Scroll to top

Tailândia budista e histórica: a essência da terra dos sorrisos


terramundi - 28 de novembro de 2017 - 0 comments

Viajar para a Tailândia significa vivenciar os sentimentos de felicidade e tranquilidade em seus estados mais puros. A Terra dos Sorrisos, como o país é conhecido, é guiada de acordo com o lema budista: sanuk sabai e saduak (seja feliz, fique tranquilo e contente-se com aquilo que a vida te oferece). Isso permite que mesmo em meio a correria comum às metrópoles, os tailandeses consigam parar para apreciar a beleza da natureza e renovar a energia nos templos locais, além de serem gratos por tudo, transparecendo simpatia.

A atmosfera única da Tailândia se deve a sua história milenar e a forte influência do budismo, religião adotada por 95% da população do país. Embora a herança histórica e forte ligação com a religião possam ser vivenciadas em qualquer parte do país, as cidades de Chiang Mai, Chiang Rai, Sukhothai e Ayutthaya são os destinos mais indicados para quem deseja fazer uma imersão na Tailândia budista e histórica.

 

Chiang Mai

Chiang Mai preserva em suas edificações, templos e comunidades a tradição milenar tailandesa. Conhecida como a Rosa do Norte, a beleza provocada pelo contraste entre o brilho dourado dos seus templos de arquitetura imponente e a natureza intocada ao redor impressiona a todos que visitam a cidadezinha.

Localizado no alto da montanha Doi Suthep, a visão do Wat Phrathat Doi Suthep é de tirar o fôlego. As estátuas de Naga, a serpente que protegeu Buda, recebem os visitantes dando as boas-vindas e os acompanham pelos 300 degraus que levam até a visão de um imenso templo completamente coberto por ouro.

 

wat-phra-that-doi-suthep-chiang-mai

Templo da Monatanha em Chiang Mai

Chiang Rai

Com enormes arrozais espalhados por seus vales, fazendas de café onde antes haviam plantações de ópio e templos que misturam tradição e contemporaneidade, Chiang Rai traz a história do país arada em suas terras. A cidade foi uma das maiores fornecedoras de ópio do mundo, capítulo que pode ser observado no Museu no Ópio.

Escondidas no interior de suas montanhas, pequenas vilas preservam intactas a tradição e modo de vida de séculos anteriores. Além de ver um capítulo da história tailandesa ao vivo, a visita a essas pequenas comunidades permite a degustação de um delicioso café. Entre as experiências possíveis em Chiang Rai, conhecer o Templo Branco, Wat Rong Khun, é a mais marcante. O exterior da edificação é todo de gesso cravejado por pequenos pedaços de vidro e seu interior é coberto com imagens religiosas e ícones da cultura pop.

 

Wat-Rong-Khun-templo-branco

Templo Branco em Chiang Rai

Sukhothai

Berço da civilização tailandesa, Sukhothai foi por muito tempo a capital do reino que tempos depois se tornaria a Tailândia, reinando absoluta nos séculos XIII e XIV. Charmosa e pequena, a cidade guarda quase 200 ruínas, que demonstram o tamanho da sua grandeza no passado.

O Parque Histórico de Sukhothai concentra as emblemáticas ruínas em um espaço lindo e arborizado. É possível conhecer todas as antigas construções caminhando ou mesmo em uma bicicleta. Antigo centro administrativo e espiritual, o templo Wat Mahathat é a edificação mais impressionante do parque, devido às estátuas de budas gigantes e chedis (estruturas em forma de cone).

 

ruins-of-sukothai-picture-id507897941

Ruínas de Sukothai

Ayutthaya

Capital do reino entre os séculos XIV e XVIII, Ayutthaya fica a aproximadamente 1h de Bangkok e pode ser acessada facilmente de barco. Caminhar entre as ruídas da cidade observando suas centenas de estátuas de Buda sem cabeça nos transporta para seu auge e a batalha travada contra a Birmânia, que deixou marcas da derrota por toda a parte.

Nessa paisagem devastada está o Buda na Árvore, um dos ícones de fé mais importantes do país. As lendas tailandesas contam que ladrões tentavam contrabandear uma das cabeças cortadas quando foram descobertos. Eles fugiram, deixando-a cair na terra, e no exato local nasceu uma misteriosa árvore com o rosto de Buda bem ao centro.

 

Buda-na-arvore-ayutthaya

Buda na Árvore em Ayutthaya

 

SalvarSalvar

Posts Relacionados