Scroll to top

Safári com criança: tudo o que você precisa saber para a diversão na África!


terramundi - 19 de março de 2018 - 0 comments

Safári é lugar de criança, pode acreditar! Afinal estamos falando da experiência de ver animais magníficos de muito perto – especialmente na África, berço dos safáris mais incríveis da Terra. Ok, existe aquela imagem de passeio cheio de adrenalina, exclusivo aos mais velhos, mas se prepare para registrar outra em mente: a da primeira vez que aqueles doces olhinhos avistam um leão ou uma girafa em seu habitat natural. Confira tudo o que precisa saber (dos lodges “kids friendly” às regiões livres de malária) para tornar o sonho real – na África do Sul, na Namíbia, no Quênia e Tanzânia!

 

Afinal, levar as crianças para um safári e proporcionar esse contato íntimo com a vida selvagem, além de ser indescritível, é educativo – e totalmente possível! Quer ver?

 

África do Sul

 

Suricato vendo se há perigo de cima de uma pedra

 

Encontrar os Big 5, os cinco grandes animais da selva (leão, leopardo, rinoceronte, búfalo e elefante) é como um ritual do viajante em solo africano, e para as crianças não precisa funcionar diferente. O Parque Nacional Kruger inclui mais de 140 espécies de mamíferos e é a escolha certeira para essa busca incrível na África do Sul. A reserva Pilanesberg também! Ela tem todas as qualidades do clássico Kruger, só que com um algo a mais: está fora do cinturão de malária. E no Deserto de Kalahari as savanas africanas dão lugar à vastidão do deserto junto com sua fauna rara, que inclui os divertidos suricatos – animaizinhos já conhecidos das crianças devido ao personagem Timão, da animação O Rei Leão, da Disney.

 

Destaque para as reservas naturais de Madikwe e Shamwari

 

Safari com criança menina de costas com a mãe em carro de safari na Africa

 

Madikwe é o segredo sul-africano mais bem guardado quando o assunto é reserva natural para levar as crianças: tem uma das faunas mais numerosas do país e oferece uma grande diversidade de luxuosos lodges para famílias, como o Lelapa Lodge ou o Morukuru Family. A reserva é uma das melhores escolhas para famílias por também estar fora do foco da malária, sem falar em outro diferencial: ela é acessível por carro partindo de Johannesburgo, e também de avião para quem preferir. O safári por lá é sim menos famoso e mais remoto e por isso mesmo muito mais exclusivo e memorável.

 

leão no meio da Savana na África

 

Shamwari, por sua vez, é uma premiada reserva de safári com recorde de conservação de animais silvestres e, assim como o Kruger, é excelente em concentração dos tão queridos Big 5. Fica bem próxima à cidade de Port Elizabeth, no sudeste do país, também está livre de malária e é uma ótima para pais com crianças menores, já que elas podem participar dos safáris fotográficos a partir dos 4 anos. Os passeios normalmente envolvem momentos de paciência, mas os guias estão preparados para ajudar nessa tarefa – e é muito interessante acompanhar a expectativa da criança e seu aprendizado em manter o silêncio ao ver um animal. Os pequenos também ficam encantados com a visita ao centro de reprodução e reabilitação animal da reserva, onde podem entender de forma concreta a importância do cuidado com a natureza. E os pais podem incrementar o roteiro com a Rota Jardim e Cidade do Cabo.

 

Namíbia

 

elefante bebê na lama com a família

 

Se tem um lugar onde a palavra exótica se encaixa perfeitamente, esse lugar é a Namíbia, e ela está apta a receber os mais curiosos viajantes, e os mais novos também. Seus safáris são feitos em meio a grandes mamíferos e sítios arqueológicos milenares, que guardam boas histórias para crianças. No Parque Nacional Etosha, você e sua família irão vivenciar um dos safáris mais magníficos do planeta e, definitivamente, em um lugar que muito pouca gente já foi. Um privilégio ver mais de 100 espécies de mamíferos, muitos concentrados próximo à água, alguns raros e ameaçados, como como o rinoceronte-negro e o impala-de-cara-preta. Não esqueça também de contemplar de perto a Etosha Pan, enorme cratera cujo solo é composto de areia e sal e que, de tão grande, pode ser vista do espaço.

 

Destaque para o passeio em Twyfelfontein

Arte rupestre de Twyfelfontein, Namíbia

 

Além do tão esperado safári, as crianças podem gostar de seguir por terra até Twyfelfontein, na região de Damaraland. Lá fica uma grande atração, especialmente para as de 6 ou 7 anos, idade em que costumam aprender sobre o desenhos rupestres: o valioso sítio arqueológico com uma das maiores concentrações de inscrições feitas em pedras da África. São girafas, elefantes, avestruzes e rinocerontes que foram gravados pelos caçadores boxímanes há 5 mil anos, uma história real e deliciosa de ser contada para os exploradores mirins. Os adultos ficam impressionados com o cenário pelo caminho, com paisagem vulcânica e incríveis formações geológicas, sem contar a chance de conhecer povos do deserto e sobrevoar a Costa dos Esqueletos ou as dunas avermelhadas de Sossusvlei.

 

Quênia e Tanzânia

 

dois antilopes na africa

 

Os dois países dividem a fronteira e funcionam muito bem em um roteiro só. Na Tanzânia há diferenças entre circuito norte e sul de safári e cada um se volta para uma faixa etária. Na região norte, você encontra destinos recomendados para todas as idades, como o Lake Manyara, ideal para a observação dos Big Five. A região sul tem longas distâncias entre os parques, como o Mahale National Park, famoso pelos chimpanzés, e é recomendada para crianças mais velhas, pois algumas atividades têm idade mínima. No Quênia, palco da grande migração de gnus, a graça e a beleza pode ficar por conta dos flamingos no Lago Nakuru, de antílopes raros na Reserva Nacional Samburu e de muito mais na Reserva Nacional Maasai Mara, estrela dos parques quenianos onde é quase certo flagrar carnívoros em plena caça (talvez seja melhor ir com crianças que já entendem a beleza do ciclo da vida).

 

Destaque para a região do Parque Nacional Serengeti

migração de gnus na Tanzania

 

É a continuação da Reserva Maasai Mara, só que na Tanzânia, e é tão espetacular que inspirou o cenário e personagens de O Rei Leão. Embora crianças não sejam permitidas em excursões locais, elas são muito bem-vindas quando você opta por uma excursão privada. São mais de 15 mil quilômetros quadrados de savanas e um roteiro ideal engloba a cratera de Ngorongoro com seus mais de 25 mil animais e o Tarangire National Park, o sexto maior parque nacional da Tanzânia. Outra opção é o Lake Manyara por também ficar no meio do caminho e na região norte da Tanzânia (ideal para várias idades, lembra?). Uma dica é tentar casar a viagem com a época de migração dos gnus, que batalham pela sobrevivência: apenas 40% chegam a fase adulta, vencendo a ameaça de leões e crocodilos. Clássico dos safáris, o Serengeti tem milhares de mamíferos e mais de 450 espécies de pássaros!

 

Posts Relacionados