TERRAMUNDI Viagens
+55 11 3060-5821

12
-dias-

- - - A PARTIR DE - - -

USD4.140,00

- - - PRINCIPAIS ATRAÇÕES: - - -

Um roteiro fluido by Creators que une atraentes megalópoles, como Wellington, a lugares tranquilos onde a quietude é o convite para passeios, trilhas e, quem sabe, adrenalina!
 

mount-cook-1

Nova Zelândia Ao Ar Livre

Nova Zelândia Ao Ar Livre

Paisagens espetaculares e o movimento que as entrelaça

Interesses

  • ao-ar-livre Ao ar livre
  • na-estrada Na Estrada

Quando ir

  • Jan
  • Fev
  • Mar
  • Abr
  • Mai
  • Jun
  • Jul
  • Ago
  • Set
  • Out
  • Nov
  • Dez
Quanto tempo ficar

12 dias



Vale a pena conhecer

Auckland, Wellington, Christchurch, Tekapo, Monte Cook, Queenstown, Milford Sound



QUER UMA PROPOSTA SOB MEDIDA?
----------------- OU ------------------
Quer uma Proposta Sob Medida?

Solicite AquiSolicite Aqui

LigarLigar

Na Nova Zelândia, espaços urbanos criativos e belezas naturais de tirar o fôlego jogam no mesmo time, o de nos fazer enxergar a vida por um ângulo leve, diverso, saudável e com total disposição para a felicidade. Sabemos, o país parece distante e pequeno, mas é gigante em opções de lazer e traz para perto de cada viajante uma imensidão de paisagens e vivências deslumbrantes reunidas em duas ilhas cheias de energia. A capital mundial dos esportes de aventura ao ar livre fica logo ali, em Queenstown! E o Parque Nacional de Monte Cook, o mais alto do país, é uma ótima para trekking, biking e até um sobrevoo de helicóptero. Se preferir menos adrenalina, relaxe, não faltam alternativas; na cidade, na praia, no campo ou até em passeio de bote inflável driblando suavemente icebergs em um lago azul!

MOTIVOS PARA VIAJAR – A cultura neozelandesa é uma mistura de etnias, costumes, rituais e povos, características que contribuíram para esse país da Oceania ter destaque internacional. Apesar de tanta história, é uma nação jovem, o que a torna ainda mais interessante: é um destino "de bem com a vida", que come e bebe muito bem, pratica esportes do "lado de fora" e cultua um estilo de vida exemplar. Suas cidades estão classificadas entre as melhores do mundo para se morar, com ótimo nível de desenvolvimento humano, educação pública e expectativa de vida. Não é tão populoso e proporciona tranquilidade, espaço e o máximo de recursos naturais, sempre respeitando a tradicional cultura maori e ao mesmo tempo olhando para o futuro. Em resumo: você vai conhecer uma verdadeira e moderna maneira de bem-viver! E, sim, é mais perto do que imaginamos: 13 horas em voo direto de Santiago.

 

PAISAGEM DA JANELA –  As cachoeiras do fiorde Milford Sound, a oitava maravilha da Terra, e também o skyline moderno de  Auckland, movimentado por inúmeros veleiros que passam ali. Em Christchurch, pode esperar ver parques e jardins tão belos quanto famosos. Enquanto isso, o complexo Skyline localizado no Bob's Peak, em Queenstown, oferece vistas maravilhosas. A Nova Zelândia é tudo isso e mais, em uma das geografias mais diversas do planeta, com picos nevados, poços geotermais, cachoeiras de água quente, praias, ilhas, vinhedos e olivais, além de pitorescos povoados costeiros. E o bacana é que há ainda muito de street art, grafittti, museus e galerias!

 

NÃO DÁ PRA PERDER – A cidade mais cool da Nova Zelândia, paixão internacional, parque de diversões natural: Queenstown! São diversas opções de esporte de aventura e também de bares, cafés e restaurantes, tudo contemplando a melhor ideia que se pode ter de qualidade de vida. Entre belas montanhas e com clima bem agradável, a paisagem inspira os kiwis (moradores locais) e estrangeiros (radicados ou visitantes) a aproveitar o cenário natural em atividades das mais variadas, como caminhadas, cavalgadas, bungee-jump, paraquedismo, canyon swing, rafting, downhills de bike, esqui e até rituais em spas de primeira. Escolha a sua!

 

POR QUE IR AGORA – Uma nação considerada "nova" mas que já tem tanto a oferecer, muito mais do que muita senhorinha por aí! Então, sim, a hora é agora: "bora" contemplar o país que sustenta com zero amadorismo um modo de vida excepcional! Vale ressaltar que, além da natureza e da qualidade presente no dia a dia da nação, os neozelandeses são conhecidos por serem educados, receptivos e bem-humorados, características divinamente herdadas dos Maori. Ótimas notícias: o país é extremamente seguro e há várias maneiras de se locomover por lá, entre elas, carro (a melhor) e transporte público (como o trem TranzAlpine que percorre trechos surreais de lindos!).

 

EXPERIÊNCIAS ÚNICAS –  Pousar na neve em um ski plane no Glaciar Tasman, pedalar ao redor do Lago Pukaki percorrendo parte do circuito que liga o Monte Cook ao mar, mergulhar de cabeça no vasto universo das modernas galerias de arte, entregar-se ao pulsante subúrbio de Petone em Wellington. E que tal viajar por paisagens das mais cênicas a bordo de um cruzeiro na região conhecida como a oitava maravilha do mundo?

 

OLHAR TERRAMUNDI – A bicicleta é uma boa pedida na Nova Zelândia e, por que não, um skate? Boa parte dos cenários neozelandeses é ideal para surfar sob rodas. Para quem curte uma road trip, a boa notícia é que o país também tem verdadeira vocação para elas. Definitivamente, a Nova Zelândia é um ponto fora do mapa, ou melhor, da curva! É uma nação que permite ir além do convencional, e nossa dica é explorar o máximo que puder, inclusive a pé - algo super fácil de fazer por exemplo no centro da interessante Wellington, sob a luz do sol ou da lua! 

1° Dia - Chegada a Auckland

Pernoite: Auckland

Na chegada a Auckland, traslado para o hotel.
Restante do tempo livre para conhecer um pouco da maior cidade do país. Cosmopolita e fortemente influenciada pela cultura polinésia, a cidade esbanja um requinte simples.


2° Dia - Em Auckland: dia livre

Pernoite: Auckland

Dia inteiramente livre.
Paraíso das compras e da alta gastronomia. Lugar para desfrutar dos diversos cafés e restaurantes e se deixar levar pelas ruas do centro, entre Wynyard Quarter, Viaduct Harbour e o recinto Britomart.


3° Dia - Ida de Auckland para Wellington (voo)

Pernoite: Wellington

Traslado ao aeroporto de Auckland e embarque com destino a Wellington, a capital do país, pequena e cheia de charme. Na chegada, traslado ao hotel.  

Pela tarde, recomendamos visitar Te Papa Tongarewa, o museu interativo e inovador do país. A história, a arte e as pessoas da Nova Zelândia são apresentadas em divertidas exibições. 

Nota: A entrada ao museu é gratuita. Para visita guiada há custo adicional.


4° Dia - Em Wellington: dia livre

Pernoite: Wellington

Wellington é daquelas cidades que não dá vontade de ir embora. Pequena e cheia de atrativos que surpreendem.
Uma dica é pegar o bonde no centro e ir até o Jardim Botânico, com vistas deslumbrantes do porto. Continue o passeio e visite a casa onde a famosa escritora Katherine Mansfiel cresceu e dali siga para a magnífica catedral gótica St. Paul.

A sugestão para noite é se perder no subúrbio de Petone, repleto de cafés badalados, galerias de arte e moda.


5° Dia - Ida de Wellington para Christchurch (voo). Passeio em Hop-on Hop-off

Pernoite: Christchurch

Traslado ao aeroporto de Auckland e embarque com destino a Christchurch, cidade que segue se reconstruindo aos poucos, de forma sustentável e inovadora após o forte terremoto de 2011. Na chegada a Christchurch, traslado ao hotel.

Pela tarde, um passeio divertido e informativo em ônibus Hop-on Hop-Off para observar como a missão de reconstruir Christchurch está ganhando vida! Durante o tour, você pode descer em diferentes paradas: Museu de Canterbury, Mona Vale, Riccarton House & Bush, Westfield Riccarton Mall, Earthquake Memorial / The Terrace, Cardboard Cathedral, Margaret Mahy Playground e Cathedral Square.


6° Dia - Ida de Christchurch para Lake Tekapo (carro – aprox. 3h)

Pernoite: Lake Tekapo

Traslado ao aeroporto de Christchurch e retirada do carro na loja da locadora. Sugerimos aumentar um pouquinho o tempo na estrada antes de seguir viagem para o centro da Ilha Sul, passando por Akaroa, uma charmosa cidadezinha ao estilo francês.

Continuação rumo ao Lake Tekapo. Cercado pelas montanhas e com águas de um azul-turquesa esplêndido, o lago é uma atração por si só. Uma boa pedida é caminhar pelas margens do lago curtindo o visual.


7° Dia - Em Lake Takapo: passeio de bicicleta. Em seguida, ida para Mount Cook (carro – aprox. 1h)

Pernoite: Mount Cook

Manhã para explorar a região em um passeio de bicicleta.

Na cidade de Twizel, é hora de selecionar a sua bike e equipamentos necessários para depois seguir em traslado shuttle da Lakeland Explorer até a base para iniciar a pedalada autoguiada. Ao longo da trilha off-road, vista para o imenso e belíssimo Lake Pukaki.

Pela tarde, viagem em direção ao Parque Nacional Aoraki Mount Cook, lar das mais altas montanhas e das mais extensas geleiras da Nova Zelândia.


8° Dia - Em Mount Cook: voos panorâmicos e passeio de barco pelo Lago Tasman

Pernoite: Mount Cook

Saída pela manhã para vivenciar uma experiência inesquecível: dois sobrevoos no mesmo dia, proporcionando vistas espetaculares do alto!

A aventura cênica começa com skiplane, que decola a partir do aeroporto Mount Cook até pousar na geleira Tasman. Tempo livre para curtir o exclusivo ambiente alpino antes de trocar a avioneta por helicóptero e retornar ao aeroporto em um sobrevoo de tirar o fôlego sobre o Mount Cook.

À tarde, passeio de barco navegando pelo Lago Tasman, onde se encontram icebergs de diferentes formas e tamanhos que desprendem periodicamente da geleira.

Nota: O passeio de barco não opera durante o inverno (Junho a Agosto).


9° Dia - Ida de Mount Cook para Queenstown (carro – aprox. 3h)

Pernoite: Queenstown

Viagem de carro para Queenstown.


10° Dia - Em Queenstown: Shotover Jet e dia livre

Pernoite: Queenstown

Manhã voltada a um dos passeios mais especiais e conhecidos de Queenstown, o Shotover Jet: uma aventura a bordo de um barco de alta velocidade que percorre os cânions dramáticos do Shotover River, com curvas e manobras radicais.

Ida por conta própria até o escritório da Shotover Jet, localizado no centro de Queenstown. De lá, o traslado em ônibus da empresa leva até às margens do rio para iniciar a aventura.
Ao final do passeio, retorno em ônibus ao centro de Queenstown.

Dica: aproveite ainda para curtir o complexo Skyline, situado no alto da montanha da cidade. Além de oferecer vistas deslumbrantes a partir das plataformas de observação, o local também conta com o famoso restaurante panorâmico Stratosfare. O acesso até Bob’s Peak é pelo Queenstown Skyline Gondola, um dos bondinhos mais íngremes do mundo!

A sugestão para a parte da tarde é o passeio Nomad Safaris (não incluso) – uma excursão de meio dia em veículo com tração nas quatro rodas, através dos locais onde o filme "O senhor dos Anéis" foi gravado. O passeio te leva de Queenstown a Glenorchy, parando em pontos de interesse ao longo do caminho.

Nota: Durante o dia, você pode optar por fazer os deslocamentos terrestres dirigindo no carro alugado.


11° Dia - Em Queenstown: passeio a Milford Sound

Dia dedicado a Milford Sound. Bem cedo pela manhã, o ônibus da empresa Real Journeys irá fazer o translado do hotel até onde começa a viagem a um dos cenários mais bonitos da Nova Zelândia: o Parque Nacional dos Fiordes.

Depois de percorrer a rota cênica, é hora de apreciar a beleza deslumbrante do fiorde Milford Sound a bordo de um cruzeiro de cerca de 2h30, navegando pelo Mar da Tasmânia. Dali, é possível ver o pico Mitre, que surge dramaticamente ao fundo. Durante o passeio de barco é servido almoço estilo piquenique (com sanduíche, suco, queijo, biscoito e fruta). O retorno a Queenstown está previsto para ser feito também de ônibus. Mas, se preferir, e se a condição climática permitir, você pode escolher a opção de retornar por avioneta ou helicóptero (não incluído).


12° Dia - Saída de Queenstown

Saída para o aeroporto de Queenstown para devolver o veículo alugado, e em seguida embarcar em voo de volta.


RESERVE SUA VIAGEM
Somente parte terrestre

Hospedagem
2 noites com café da manhã em Auckland;
2 noites com café da manhã em Wellington;
1 noite com café da manhã em Christchurch;
1 noite com café da manhã em Lake Tekapo;
2 noites com café da manhã em Mount Cook;
3 noites com café da manhã em Queenstown.

Traslados
Traslados de chegada e saída (aeroporto / hotel / aeroporto) em serviço privativo com motorista-guia em idioma inglês em Auckland, Wellington e Christchurch.

Aluguel de carro
Categoria IFAR – modelo Ford Escape Trend ou similar – Câmbio automático – Seguro contra danos e roubo – GPS –  retirada do veículo em Christchurch e devolução em Queenstown.

Passeios
CHRISTCHURCH
City tour em ônibus Hop-on Hop-Off.

LAKE TAKAPO
Passeio de bicicleta self-guided.

MOUNT COOK
Dois sobrevoos panorâmicos (skiplane e helicóptero) com duração total de 45 min. – serviço regular com guia local em idioma inglês.
Passeio de barco pelo Lago Tasman – Glacier Explorer – serviço regular com guia local em idioma inglês.

QUEENSTOWN
Shotover Jet Boat Ride (incluindo traslados shuttle).
Skyline Gondola.
Cruzeiro Milford Sound com guia a bordo em idioma inglês (incluindo traslados em ônibus).

Assistência Internacional
Plano ASSIST CARD. Consulte-nos sobre informações e coberturas incluídas.

Não inclui
- Imposto de remessa ao exterior (IRRF) de 6,38%;
- Passagem aérea e taxas de embarque;
- Despesas com documentação;
- Despesas pessoais como telefonema, lavanderia e gorjeta;
- Passeios além dos citados neste programa;
- Refeições e bebidas não citados nos itens incluídos;
- Estacionamento, pedágio e combustível para o carro alugado;
- Qualquer outro item não mencionado como incluído.

Notas importantes
- Os passeios estão sujeitos a condições climáticas.
- A idade mínima para alugar o carro é 26 anos.
- Preços não válidos para período de feriados locais, Natal e Ano Novo.
Forma de pagamento da parte terrestre:
Cheque (de pessoa física, sujeito a aprovação por instituição financeira) ou cartão (de pessoa física emitido no Brasil):
30% de entrada à vista e saldo parcelado em até 6x.