Scroll to top

Peru moderno: o que fazer no país que é muito mais que história!


terramundi - 2 de maio de 2018 - 0 comments

Ok, você já sabe de Machu Picchu e o quão mágico é se conectar com as magníficas ruinas peruanas. Sim, estamos falando de um país de passado indígena além de tradições herdadas dos espanhóis, mistura de culturas agradavelmente percebida em monumentos históricos, igrejas e sítios arqueológicos. Mas calma lá. Peru vai muito além de Machu Picchu, e não é história e fim. É um rico passado, claro, e também o futuro do presente: uma nação com ares cosmopolitas e muitas opções para se divertir – na cidade, na costa, nas cordilheiras nevadas, montanhas ou no deserto… Quer conhecer o que o Peru tem de mais moderno? Anote aí =)

Noites que valem a pena!

 

Um costume peruano? Celebrar tudo! E essa é uma boa explicação para o fato das cidades terem boas opções de entretenimento noturno, como discotecas, bares e pubs, com muita música popular e gêneros estrangeiros. Junte a isso uma boa dose de cafés e restaurantes e estará a ponto de entender porque a noite peruana encanta tanto!

 

Gastronomia ímpar, a qualquer hora e em qualquer lugar

Aham, não é só à noite que os melhores restaurantes te esperam. A gastronomia é identidade nacional, tão famosa quanto Machu Picchu, pode acreditar. Rico em matérias-primas, sabores e, principalmente, criatividade, o Peru oferece vasta variedade de pratos, que também poderíamos chamar de idéias gastronômicas: todos são resultados de muita imaginação, e cada um mais saboroso que o outro!

 

 

Você encontra exemplares dessa deliciosa gastronomia criativa não apenas nos melhores restaurantes, mas também nos chamados huariques, em feiras orgânicas e nas bancas do mercado, onde sabores mais “caseiros” fazem suas papilas gustativas delirarem. Mas, atenção, nenhum visitante deveria deixar de saborear Lima, a capital envolta em muita história, mas também essencialmente parte de uma revolução gastronômica que já dura mais de 400 anos e cheia de delícias bem ecléticas que fazem parte do conjunto de motivos que nos fazem amá-la!

 

Cinemas, Teatros e Galerias de Arte

 

Cinema e teatro tornaram-se parte da essência peruana, e a oferta é muito boa: os ambientes são confortáveis e bem modernos tecnologicamente inclusive. Em Lima, há outras muitas expressões artísticas, históricas e modernas – desde peças das civilizações pré-incaicas até obras feitas a partir de técnicas de fabricação digital, além de galerias de arte moderna, onde se vê as criações da vanguarda artística da cidade. Para ver arte moderna a céu aberto, observe os vários murais de grafite espalhados pela cena urbana, especialmente nas longas escadarias de Barranco, que reúne também bares, parques e restaurantes até cair na beira-mar. Já em Cusco, uma visita às oficinas de artistas conhecidos não deveria ficar de fora.

Shopping e compras

Shoppings bonitos, grandes e perfeitos para passear, com cinemas multi-tela, pátios recheados de comidinhas e diversão para crianças. Siiii, Peru tem disso – além de muitas outras coisas que unem modernidade e tradição – e resultam nas mais variadas experiências transformadoras! Um dos programas mais cênicos de Lima é pura contemplação da atualidade: pedalar na ciclovia no alto da falésia diante do Pacífico e em seguida tomar um bom café no Larcomar, belo shopping a céu aberto à beira de frente para o Pacífico, no bairro moderninho de Reducto, entre Miraflores e Barranco.

 

 

No quesito compras, há não só “loja de shopping”, mas principalmente ruas com lojas diversas que vão desde as de departamentos e marcas exclusivas até as que vendem jóias, artesanato e roupas de alpaca e vicunha (especialmente em Cusco).

 

 

Vale dizer que o Peru tem muitas surpresas para quem aprecia moda e estilo, a começar pelo saber ancestral das artesãs no Vale de Lares e tendo como arremate a mestra Nilda Callañaupa, referência mundial em arte têxtil andina. Motivo suficiente para viajantes irem além das belezas do país, e mergulharem no universo dos tecidos, participando de workshops de fiação, tintura natural e tecelagem em um roteiro exclusivo com a estilista Flávia Aranha (veja aqui!).

 

Museus, por que não?

Lima se difere muito do restante do Peru, sendo uma metrópole imponente e, como tal, repleta de prédios espelhados e avenidas largas, apesar do centro histórico muito bem preservado e dos vários museus que contam sobre a cultura e história nacional. Por isso, escolher um museu para chamar de seu estando por lá é um programa bem interessante!

 

Entre os mais “convencionais”, estão Museu Larco (que conta a história pré-Colombiana do Peru desde 8000 a.C. em um edifício do século XVIII), o Museu Pedro de Osma (com objetos do vice-reinado entre os séculos XVI e XVIII) e o Museu de Arte de Lima (a primeira pinacoteca do país e dono do maior acervo de criação artística). Entre os mais modernos, está o Museu de Arte Contemporânea (MAC), fundado em 2013 e que expõe uma coleção de arte moderna e promove cursos e eventos que difundem cultura e educação.

 

Foto: site MATE

 

Para um encontro ainda mais sincrônico com expressões modernas, vá ao Museu Mario Testino (MATE): aberto em 2012 pelo próprio Mario Testino, fotógrafo limenho referência no mundo da moda, não tem fins lucrativos, apenas visando promover a arte peruana contemporânea e seus artistas.

 

Cena urbana (e arquitetura) moderna

Lima é bem mais que uma rápida escala na rota para Machu Picchu! Aliás, quer conhecer uma Machu Picchu moderna? Veja o prédio da Universidad de Ingeniería y Tecnología (UTEC), uma vasta construção de concreto que guarda formas que se assemelham a penhascos, cumes, desfiladeiros e espaços esculpidos para formar grutas, beirais e terraços: obra coroada como “melhor novo edifício do mundo” e premiado com o prêmio internacional inaugural RIBA (veja fotos do prédio aqui). Empoleirada à beira e meio que acima de uma rodovia no distrito de Barrancos, funciona como amortecedor entre o trânsito movimentado e uma área tranquila, e é o lar da nova universidade de engenharia de Lima – mais adequado impossível!

Mas a cidade é sofisticada em outros pontos, claro. Erguida acima do litoral de falésias, é dona não só de encantadora arquitetura colonial, bem como de altos arranha-céus e cenas urbanas pra lá de atuais =)

 

 

Conforto, luxo ou como quiser chamar

 

Quer algo mais cosmopolita do que luxo? Miraflores e San Isidro são as principais áreas financeiras e residenciais de Lima, ostentando hotéis cinco estrelas, suítes executivas e presidenciais de 250 m2, elegantemente decoradas. Cusco também não deixa a desejar: perto do santuário de Machu Picchu, há hotéis de luxo com vista para montanhas e florestas. E a viagem da cidade de Cuzco a Machu Picchu reserva todo o conforto, desfrutada com o famoso trem Hiram Bingham, com suntuosos vagões decorados no estilo antigo europeu, com requintado serviço de bufê, além de apresentações de dança e música regional.

 

 

Mais sobre Peru, suas regiões e roteiros interessantes por lá? Veja no nosso site!

SalvarSalvarSalvarSalvar

SalvarSalvarSalvarSalvar

SalvarSalvarSalvarSalvar

SalvarSalvarSalvarSalvar

Posts Relacionados