Scroll to top

Conheça os melhores pratos típicos do Nordeste


terramundi - 2 de janeiro de 2019 - 0 comments

Todos os pratos típicos do nordeste são deliciosos. Da macia carne de sol ao polêmico prato de tripas de bode, cada um tem seu diferencial, ilustrando bem uma das gastronomias mais ricas, condimentadas e marcantes do Brasil. Conheça as melhores comidas típicas da região e nada de ficar com água na boca hein? Faça sua escolha e saboreie Maranhão, Piauí, Ceará, Pernambuco, Bahia, Rio Grande do Norte, Paraíba ou Alagoas. Um turbilhão de sabores espera por você.

 

Acarajé

 

É o mais conhecido e retrata a alegria e o tempero do povo baiano, em uma mistura incrível de sabores da culinária afro-brasileira. Feito de massa de feijão-fradinho, cebola e sal, frita em azeite-de-dendê, pode ser servido com pimenta, camarão seco, vatapá, caruru ou salada. Se achegue perto de uma das Baianas do Acarajé e se delicie com a iguaria. Ah, e caso lhe perguntem se você deseja quente ou frio, é referente ao nível de pimenta ok?

 

Maria Isabel

Presente na culinária de outras regiões, mas nascido no Nordeste. Encontrado no Ceará, Maranhão e Rio Grande do Norte, o prato é muito consumido no Piauí, tanto é que a partir dele surgiu um festival gastronômico que leva seu nome em Teresina, capital. Maria Isabel é o prato mais representativo da cozinha piauiense, com ingredientes regionais, a base de arroz, carne seca, cebola, pimentão, cheiro verde, alho e pimenta-do-reino. Segundo a história contada, antigamente só os homens comiam carne seca até que uma mãe, que não tinha o que dar para os filhos, cortou em cubos um pedaço da carne do pai e fez o prato para toda a família, batizado com o nome das filhas, Maria e Isabel.

 

Vatapá

 

É uma espécie de creme feito com farinha ou pão molhado, fubá, amendoim, castanhas, pimenta e outras especiarias, como cravo e gengibre, e pode ser receber peixe ou camarão. É um dos ingredientes do Acarajé, também chegou aqui com os escravos africanos e se popularizou na Bahia.

 

Paçoca de Carne Seca

Não pense em paçoca de amendoim não. Paçoca aqui é o nome que se dá para um prato preparado com carne seca desfiada e farinha de mandioca branca. De região para região, a forma de produzir a paçoca varia bastante. No nordeste, os ingredientes são socados no pilão e assim vão pegando o sabor original, mas a carne assada também pode ser passada com a farinha no liquidificador.

 

Bolo de rolo

 

Versão nordestina do rocambole, bem típica de Pernambuco – onde é Patrimônio Imaterial do estado há 10 anos. Sim, estamos falando de um doce, com massa feita apenas com farinha, ovos, manteiga e açúcar, ficando bem fininha (essa é a grande graça). Inspirada em doces portugueses, ela é recheada de goiabada, enrolada várias vezes e ainda polvilhada com açúcar.

 

Baião de Dois

Um dos pratos mais icônicos do nordeste, tendo nascido no Ceará. O baião de dois feito com leite de coco forma uma ótima combinação junto a paçoca de carne seca ou com qualquer outro prato regional. Há relatos de que, em meio às grandes secas e a consequente escassez de comida, os cearenses juntavam as sobras de arroz e feijão, com um pouco de carne seca e queijo coalho, cozinhavam tudo junto e assim surgia a refeição. O nome fica por conta da dança típica do nordeste, Baião.

 

Moqueca de Peixe com Pirão

 

Ainda falando em peixe, que tal um cozido de peixe e outros frutos do mar com diferentes temperos, incluindo em sua receita tradicional o leite de coco e azeite de dendê? O pirão consiste na mistura de farinha de mandioca com o caldo do cozimento dos mariscos. Típica dos estados de Pernambuco, Espírito Santo e Bahia, o que difere a moqueca de peixe nordestina é o modo de preparo e ingredientes..

 

Peixada

Prato típico de muitos estados do Nordeste, mas, apesar de levar o mesmo nome, se diferencia – tanto no preparo quanto no sabor – quando feita em Alagoas, Pernambuco ou no Ceará. Neste prato, os elementos da região são muito valorizados, como os peixes de água salgada. Vale lembrar que o litoral nordestino é extremamente abençoado pela pesca marítima e a maioria das peixadas são preparadas com o peixe fresco, o que a deixa ainda mais especial e saborosa.

 

Sarapatel

 

Prato típico com origem portuguesa, adaptado com temperos do Nordeste. Assim como acontece com outros pratos típicos nordestinos, ao degustar o sarapatel de cada um dos estados, é perceptível que a mudança no sabor muda de um local para outro. A iguaria está cada vez mais forte nos cardápios dos restaurantes da região e os principais ingredientes que estão presente são as partes mais gordas da barriga de porcos ou carneiros, costelas, além de verduras, como cheiro verde, cebola e outras verduras. Com certeza esse é um dos mais exóticos pratos nordestinos.

 

Posts Relacionados