TERRAMUNDI Viagens
+55 11 3060-5821

10
-dias-

- - - A PARTIR DE - - -

USD3.395,00

- - - PRINCIPAIS ATRAÇÕES: - - -

Encante-se por Quito e sua cidade antiga, conheça a Avenida dos Vulcões – com um dos maiores vulcões ativos do mundo – e aprecie o colorido cultural da parte continental do Equador.

cotopaxi-equador

Quito, Vulcão e Guayaquil

A diversidade do Equador

Interesses

  • ao-ar-livre Ao Ar Livre
  • imersao-cultural Imersão Cultural

Quando ir

  • Jan
  • Fev
  • Mar
  • Abr
  • Mai
  • Jun
  • Jul
  • Ago
  • Set
  • Out
  • Nov
  • Dez
Quanto tempo ficar

10 dias / 9 noites



Vale a pena conhecer

Quito, Baños, Riobamba, Cuenca, Gayaquil



QUER UMA PROPOSTA SOB MEDIDA?
----------------- OU ------------------
Quer uma Proposta Sob Medida?

Solicite AquiSolicite Aqui

LigarLigar

1° Dia - Chegada a Quito

Pernoite: Quito

Chegada ao aeroporto, recepção e traslado para o hotel.

Aproveite o restante do tempo livre para conhecer um pouco da capital.


2° Dia - Em Quito: passeio pela cidade e visita ao monumento “La Mitad del Mundo”

Pernoite: Quito

O passeio começa na Praça da Independência, rodeada pela Catedral, pelo Palácio Presidencial e Palácio do Arcebispo. Visita a Companhia de Jesus, considerada uma das mais belas igrejas barrocas na América do Sul; e ao Mosteiro de São Francisco.

Depois, siga a 30 km ao norte de Quito para conhecer o monumento equatorial que marca a metade exata da terra, latitude 0°, onde você pode ficar com um pé em cada hemisfério. Dentro do monumento, visite o museu que mostra sobre a etnografia indígena do Equador.

Retorno à cidade de Quito e tarde livre.

Nota: Não é permitido visitar o interior das igrejas aos domingos.

3° Dia - Em Quito: passeio ao mercado indígena de Otavalo

Pernoite: Quito

Partida rumo ao norte até chegar ao mercado de Otavalo, a feira indígena mais famosa da América do Sul. Aqui, você tem a oportunidade de visitar as muitas barracas que vendem ponchos, xales, cobertores, tapeçarias e muito mais.

Depois, visite Peguche, uma pequena população indígena, muito perto de Otavalo, onde estão a maior parte dos ateliês de arte têxtil da região. Aproveite para aprender um pouco mais sobre sua cultura, estilo de vida e como é o processo de produção artesanal.

O almoço é servido em umas das fazendas da região.

Retorno a Quito.


4° Dia - Ida de Quito para Patate, com visita ao Parque Nacional Cotopaxi

Pernoite: Patate

Saída em direção ao sul, ao longo da Rodovia Pan-Americana, conhecida como "Avenida dos Vulcões", ladeada por duas cordilheiras, uma de cada lado da pista, onde se alinham alguns dos mais de 80 vulcões do país.

A primeira parada é no Parque Nacional Cotopaxi, que abriga um dos maiores vulcões ativos do mundo – chamado Cotopaxi (5.897 metros). O trajeto passa por vales e montanhas que cercam o majestoso vulcão até a Lagoa Limpiopungo, por onde passeiam aves e cavalos selvagens.

O almoço é servido em uma fazenda, no sopé do Cotopaxi. Depois da refeição, passeie pela plantação de rosas da propriedade, antes de seguir para ao povoado de Patate, onde está localizada uma fazenda centenária, escondida entre as montanhas.

Jantar e hospedagem na fazenda.


5° Dia - Ida de Patate para Riobamba, com visita a Baños

Pernoite: Baños

Pela manhã, atravesse uma rota espetacular, com vista do cânion do Rio Pastaza, até chegar ao povoado de Baños, na base do vulcão Tungurahua, de onde emergem as águas termais.

Siga pela Rota das Cascatas para conhecer a cachoeira Pailón del Diablo, cercada por vegetação subtropical.

O almoço é servido em uma fazenda nas redondezas.

À tarde, depois de uma curta caminhada por Baños, a jornada continua rumo a Riobamba. O percurso até a cidade é montanha acima, próximo ao imponente vulcão Chimborazo (6.267 metros), o cume mais alto do Equador.

Jantar e hospedagem na fazenda.


6° Dia - Ida de Riobamba para Cuenca, com visita a Alausí e Ingapirca

Pernoite: Cuenca

Saída com destino à pequena cidade de Alausí para embarcar em uma aventura sobre trilhos em direção à montanha “Nariz do Diabo”, considerada uma das ferrovias com execução de engenharia mais difícil do mundo. Durante o percurso de 12 km, o trem percorre subidas íngremes e uma descida vertical de quase 800 metros numa série de zigue-zagues.

Na chegada à Estação de Sibambe, tempo livre para visitar o museu "Condor Puñuna", admirar a exposição de artesanato, e servir-se de um café local. Depois, reembarque no trem para retornar à Estação de Alausí.

A 90 km ao sul de Alausí, está Ingapirca, o mais bem conservado sítio arqueológico do país. Visita ao complexo centrado nas ruínas do Templo do Sol e parada para almoço na região.

Mais tarde, viagem segue para Cuenca.


7° Dia - Em Cuenca: passeio pela cidade

Pernoite: Cuenca

Dia dedicado a explorar Cuenca, a terceira maior cidade do Equador. O que mais chama a atenção é seu centro histórico – declarado Patrimônio Mundial da Humanidade pela UNESCO – com ruas de paralelepípedos repletas de casas e edifícios bem conservados em estilo colonial.

O tour começa na pequena e graciosa Plaza de San Sebastián, com visita ao Museu Municipal de Arte Moderna, que abriga amostras de coleções de arte contemporânea.

A seguir, visita à famosa Praça das Flores, em frente à entrada da igreja del Carmen de la Asunción. Ao caminhar pela região do Parque Calderón, você se surpreende com a grande quantidade de igrejas católicas localizadas em um espaço relativamente reduzido. A maior delas é a Catedral de la Inmaculada Concepción.

Localizado a apenas alguns minutos da cidade, está o Mirante de Turi, um dos melhores lugares para ter uma visão completa de Cuenca. Do alto da colina é possível ver o Rio Tomebamba e como ele divide a parte antiga da parte mais moderna, ambas com arquiteturas singulares.

O almoço é servido em um dos restaurantes da cidade.

Para quem é apreciador das artes, uma dica é parar no ateliê de cerâmica do Eduardo Vega, um dos artesãos mais admirados da América Latina, responsável por diversos murais e esculturas públicas no Equador. Na galeria, é possível encontrar peças históricas e parte de sua produção atual.

Durante o passeio, visite também a uma fábrica de chapéu-panamá.


8° Dia - Ida de Cuenca para Guayaquil, com visita ao Parque Nacional El Cajas

Pernoite: Guayaquil

Saída rumo a oeste de Cuenca para visitar o Parque Nacional de Cajas, uma área protegida situada numa altitude elevada de mais de três mil metros, composta por centenas de lagos e lagoas cercados por montanhas.

Depois de explorar uma das trilhas e desfrutar da paisagem de imensa beleza, a jornada segue para Guayaquil. À medida que se avança para a cidade, é possível observar toda a transição da vegetação tipicamente andina para costeira.

No caminho é servido almoço “box lunch”.


9° Dia - Em Guayaquil: passeio pela cidade

Pernoite: Guayaquil

Passeio panorâmico passando pelas principais atrações do Porto de Guayaquil e do renomado Parque Histórico.

Explore o coração da área comercial da cidade, o Parque Centenario, também conhecido como "Parque das Iguanas", Plaza de la Administración e os belos edifícios do Governo e do Palácio Municipal.

De lá, siga para o Palácio de Cristal, a Praça da Integração, a Praça das Bandeiras e a Praça Olmedo, que estão quase juntas ao sul do Malecon 2000, calçadão às margens do rio Guayas. Os mais de 2,5 km são uma ótima opção para um agradável passeio e estão sempre cheios de atrações para todos os gostos. Além de bares, restaurantes e um shopping center, abriga o Museu Antropológico e de Arte Contemporânea, o Planetário e um cinema IMAX.

A uma curta caminhada chega-se a La Rotonda, um monumento dedicado a Simón Bolívar e José de San Martín, heróis na luta pela independência.

Ao norte do centro, fica o Cerro Santa Ana e o bairro mais antigo da cidade – Las Peñas – que foi restaurado com edifícios de madeira de cores vivas, que hoje abriga muitas galerias de arte. As extraordinárias esculturas de mármore feitas por famosos artistas italianos podem ser vistas no cemitério de Guayaquil.

Depois, partida em direção ao Parque Histórico, criado para conservar a cultura e os costumes da costa equatoriana. O parque é dividido em três seções, cada uma delas dedicada à preservação de uma parte importante da história: Vida Selvagem, Tradições e Arquitetura Urbana.

Retorno ao hotel.


10° Dia - Saída de Guayaquil

Traslado para o aeroporto e embarque de volta ao Brasil.


RESERVE SUA VIAGEM
  • casa-gangotena

    Casa Gangotena

    Esse é um daqueles hotéis que são um destino por si só. Supercharmoso, o Casa Gangotena foi residência presidencial durante o século 20, antes de ser transformado em um premiado hotel. Além da beleza, outro de seus trunfos é a localização, bem na Praça San Francisco.

    ✚ Saiba Mais
  • mansion-alcazar-boutique-hotel

    Mansión Alcazar Boutique Hotel

    A luxuosa mansão colonial restaurada combina com a localização no Centro Histórico de Cuenca, Patrimônio Cultural da Humanidade.

Somente parte terrestre

Hospedagem
3 noites com café da manhã em Quito;
1 noite com meia pensão em Patate;
1 noite com meia pensão em Riobamba;
2 noites com café da manhã em Cuenca;
2 noites com café da manhã em Guayaquil.

Refeição
5 almoços e 1 box lunch.

Traslado
Traslados de chegada e saída em serviço privativo.

Passeio
Visitas conforme mencionadas no roteiro em serviço privativo com guia local em idioma espanhol;
Bilhete de entrada aos monumentos.

Assistência Internacional
Plano ASSIST CARD AC35. Consulte-nos sobre informações e coberturas incluídas.

Nossos diferenciais
⋅ Roteiro desenhado com cuidado por nossa equipe, para você conhecer com tranquilidade os destinos incríveis no país;
⋅ Hotéis escolhidos com cuidado, sempre levando em consideração o melhor custo benefício dentro de cada categoria e localização;
⋅ Parceiro no Equador especialista, acessível e preparado a prestar qualquer suporte aos viajantes;
⋅ Consultores conhecedores do destino, que já vivenciaram a essência local e estão preparados para desenhar o roteiro ideal para cada viajante.

Não inclui
⋅ Passagem aérea e taxas de embarque;
⋅ Despesas com documentação;
⋅ Despesas pessoais como telefonema, lavanderia e gorjeta;
⋅ Passeios além dos citados neste programa;
⋅ Refeições e bebidas não citados nos itens incluídos;
⋅ Qualquer outro item não mencionado como incluído.

Notas importantes
⋅ Os passeios estão sujeitos a condições climáticas.
⋅ Preços não válidos para período de feriados locais, Natal e Ano Novo.

Taxas a serem pagas localmente
⋅ Imposto municipal de Quito (US$ 2,75 por quarto / por noite)
⋅ Imposto municipal de Guayaquil (US$ 2,50 por quarto / por noite)
Formas de pagamento da parte terrestre

Parcelamento em cartões de crédito:
Visa, Mastercard ou Diners: 35% entrada (depósito bancário) + 6 parcelas iguais sem juros no cartão
Amex: 40% entrada (depósito bancário) + 4 parcelas iguais sem juros no cartão

Importante:
⋅ Os cartões de crédito aceitos devem ser de pessoa física e emitidos no Brasil. A primeira parcela do cartão será debitada na data da sua próxima fatura.
⋅ Cartões de crédito emitidos fora do país: o pagamento deverá ser feito à vista, em parcela única.

Parcelamento em cheques:
35% entrada (depósito bancário) + 6 parcelas iguais sem juros (cheques pré datados)

Importante:
⋅ Não aceitamos cheques de terceiros ou de pessoa jurídica.
⋅ Não aceitamos cheques de contas com menos de 6 meses da abertura.

Pagamento à vista: 3% de desconto (depósito bancário)

A cotação do dólar/euro será atualizada ao dia do pagamento do pacote de viagem.