Scroll to top

Uma Viagem Pela Atemporal Zanzibar


terramundi - 15 de março de 2019 - 0 comments

O arquipélago africano que une memórias de diversos povos

Há muito o que se fazer em uma viagem para Zanzibar — e nem tudo está relacionado às paisagens banhadas pelas águas azul-turquesa. Ritmo, resistência e diversidade são componentes que escreveram sua complexa história e que estão presentes em cada canto do arquipélago até hoje.

Viagem para Zanzibar: descubra os encantos

Conhecer a região, localizada na Tanzânia, é uma experiência que engrandece os sentidos e a memória dos visitantes

Essa ilha que fica na costa leste da África tem muito a oferecer. O turismo em solo africano encanta cada vez mais e conhecer o arquipélago não pode ficar de fora de sua lista de lugares para conhecer. Há muito o que apreciar na viagem para Zanzibar, como locais históricos, galerias de arte e belas paisagens.

Raízes mercantis em Zanzibar

Em meados do século X, persas e outros africanos chegaram ao território de Zanzibar e estabeleceram colônias de comerciantes.

A localização do arquipélago favorecia as trocas comerciais com outras regiões: à beira do Oceano Índico, as rotas para a Península Arábica, África e Oriente Médio eram facilmente acessadas pelas embarcações, que aproveitavam os ventos dominantes para carregar tecidos e especiarias pela costa africana.

Viagem Zanzibar — mercantil

A herança dessa ocupação se estende pelas ruas de Zanzibar até hoje.

Andando pelo gostoso labirinto formato pelas vielas de Stone Town, a região mais antiga do arquipélago e também sua capital, consegue-se vivenciar do artístico ao comercial: galerias de arte, lojas de móveis, mercados de tecidos, antiquários e sofisticados acessórios de prata.

O toque europeu

A partir de 1500, com a chegada de portugueses no arquipélago, Zanzibar passou a receber influências europeias.

Vilas de pescadores com casas de adobe e teto de barro e igrejas e uma grande fortaleza próxima ao mar foram construídas enquanto Portugal também explorava o comércio da região.

Viagem Zanzibar — toque europeu

Navios negreiros

Logo a escravidão acometeu o local. Com a queda do domínio português e a ascensão do Sultanato de Zanzibar em 1840, o arquipélago se tornou a rota central do tráfico negreiro e as embarcações comerciais se fortaleceram ainda mais.

Grandes edifícios em pedra foram construídos no período e tornaram Stone Town um ambiente tão característico. Zanzibar era novamente uma potência que atraía os olhares europeus, o que fez com que se tornasse protetorado britânico em meados do século XIX.

Viagem Zanzibar na África

Hoje, 56 anos após sua independência, Zanzibar não é mais uma potência mercantil.

Ainda continua transbordando sua essência e humanidade através de resquícios de memórias que se fazem tão presentes quanto o azul das águas, compartilhando com seus visitantes sua cultura e história de maneira palpável: através do seu charme único, comida diversa, distinta arquitetura e suas belíssimas crenças.

Planeje sua viagem para Zanzibar com a TERRAMUNDI

Conheça mais sobre este incrível lugar com a TERRAMUNDI. Você ficará encantando com as praias turquesas na costa da África e belas ruas de comércio marcadas por uma história.

Entre em contato e tenha um roteiro criado para você!

Posts Relacionados