Scroll to top

Viajar de avião na pandemia é seguro?


terramundi - 5 de março de 2021 - 0 comments

Ainda que a vontade de estar em movimento e fazer uma viagem seja grande, as estatísticas da pandemia ainda batem à porta e causam receios. É preciso um planejamento coerente e sem falhas, adaptado às novas necessidades do turismo, para que uma viagem seja segura neste momento. E muitas pessoas se perguntam: incluir um transporte aéreo torna a viagem mais arriscada? Veja abaixo o que é importante saber antes de viajar de avião na pandemia.

Viajar de avião na pandemia: dentro da aeronave

Durante a viagem, a estrutura dos aviões tem uma vantagem: o sistema de filtro e circulação do ar. O sistema de refrigeração e o filtro HEPA (High Efficiency Particulate Air), usados há anos em toda frota brasileira de aeronaves em médio e alto porte, fornecem a mesma barreira que centros cirúrgicos e possui uma eficiência que elimina mais de 99% dos vírus e bactérias do ar.

Os filtros de ar com tecnologia HEPA funcionam de maneira vertical, com o ar circulando do teto para o chão. Funciona mais ou menos assim:

  1. O sistema suga o ar por cima dos passageiros;
  2. Retira-o da aeronave e mistura-o com oxigênio;
  3. Para então lançar o ar de volta à cabine através de exaustores instalados no chão.

Dessa forma, a circulação do avião mistura ar puro, que vem de fora da aeronave, com o ar da cabine, que é renovado a cada três minutos. O fluxo vertical também contribui para dificultar o movimento das partículas entre as fileiras de passageiros.

No entanto, o processo não previne 100% a contaminação por coronavírus. Por não funcionar lateralmente, o fluxo entre uma poltrona e outra da mesma fileira ainda pode ser um risco. Por este motivo, o uso de máscara durante todo o voo é obrigatório e o distanciamento de ao menos uma poltrona de outra pessoa é recomendado.

Antes da aeronave decolar e após o pouso

Enquanto o avião está em solo, com sistema de filtro e refrigeração desligado, estar dentro da aeronave pode não ser tão seguro. Assim, é preciso respeitar os funcionários das companhias aéreas, que organizam a entrada e saída dos passageiros de maneira que haja distanciamento físico. Permanecer de máscara durante todo o tempo e aguardar sentado em sua poltrona é uma forma de diminuir os riscos ao viajar de avião na pandemia.

Comer durante o voo

Comer no avião pode ser uma brecha para a proliferação de vírus e bactérias. Por demandar que os passageiros retirem momentaneamente suas máscaras, o serviço de bordo foi reduzido ou alterado. 

Embarque e desembarque

 

Cada companhia aérea possui suas novas orientações para evitar aglomerações nos aeroportos. É preciso checar quais as indicações específicas para o seu voo. No entanto, algumas dicas são gerais:

  • Faça o check-in online. Essa ferramenta já poupava os viajantes de enfrentar filas desnecessárias antes da pandemia e agora se tornou uma aliada para manter o distanciamento físico em um local com tanta circulação de pessoas, como um aeroporto. 
  • Diminua o tempo que passa na segurança do aeroporto. Evite o uso de cintos e sapatos com algum tipo de amarração. Não deixe moedas ou outros metais no bolso. Leve seu computador separadamente, na bagagem de mão. E retire antecipadamente jaquetas e outros itens que podem alongar sua passagem por ali.
  • Certifique-se que está utilizando a máscara adequada. A Anvisa estabeleceu em março de 2021 novas regras para o uso de máscaras nos aeroportos e aeronaves no Brasil. Nelas, é exigido o ajuste adequado da máscara ao rosto e a troca do item a cada 3 horas. Estão vetados os modelos que possuam aberturas que permitam a entrada ou saída de ar e gotículas respiratórias. Fica estabelecido também que o uso de face shield deve estar sempre combinado à máscara.

Como se preparar: diminuindo os riscos de viajar de avião na pandemia

Máscara n95, dobrada e mostrada de lado, num fundo preto. A máscara segura para viajar de avião na pandemia.

 

✔ Planeje sua ida até o aeroporto. Dê preferência para ir com seu próprio automóvel, assim é possível evitar contato com desconhecidos. Caso não seja possível e você tenha que pegar um Uber ou táxi, garanta que as janelas fiquem abertas para circulação do ar e certifique-se de que todos estão utilizando as máscaras corretamente.

✔ Leve o que for necessário. Se for utilizar fones de ouvido, travesseiro de pescoço e cobertor, leve de casa. 

✔ Utilize uma boa máscara, de maneira correta e durante toda a viagem. O modelo N95 possui filtragem padrão hospitalar e é utilizado por profissionais da saúde. Dessa forma, oferecem proteção excelente e podem ser utilizadas por longos períodos. A sua máscara deve cobrir o nariz, até abaixo do queixo, ficando nivelado com o rosto, repousando ao longo da pele. Você quer que sua respiração passe pelo filtro e não escape pelas laterais, então a máscara não deve ser larga nas laterais – mas não precisa ficar justa o bastante para incomodar.

✔ Se sentir mais seguro, utilize um óculos ou face shield. Ainda não há dados suficientes para comprovar o quanto esses itens acrescentam à proteção, mas podem ser úteis especialmente para afastar gotículas respiratórias maiores de seus olhos. Utilizar esses acessórios não anula a necessidade de uso de máscara.

✔ Mantenha o ventilador acima do seu assento aberto.

✔ Leve álcool em gel. E utilize sempre que necessário – para reforçar a limpeza da poltrona e mesinha, além de higienizar as mãos constantemente.

✔ Faça quarentena no regresso. Ficar em casa por uma semana e meia quando você chegar é a melhor maneira de garantir que não está trazendo infecção para uma nova área.

 

Fale com um consultor especialista

A equipe de consultores da Terramundi está diariamente conectada com parceiros ao redor do mundo, recebendo atualizações dos protocolos que seguem as novas normas de segurança e saúde. Também estão preparados para rearranjar uma viagem em caso de necessidade, de forma que você se sinta seguro. Entre em contato e fale com um especialista sobre viajar de avião na pandemia.

Posts Relacionados