Scroll to top

Viaje ao seu estilo: conheça o perfil de 5 hotéis nas Ilhas Maldivas


terramundi - 6 de janeiro de 2021 - 0 comments

Maldivas é 99% água e isso não é exagero, é número. O infinito azul abraça pequenos pedaços de terra e, de norte a sul, se formam 1200 ilhas. Por ali, o tempo passa devagar e os cenários de preenchem em duas paletas: uma bastante colorida debaixo d’água, onde estão belíssimos recifes de corais; e outra na terra, onde areia branca, mata verdejante e o azul de céu e mar formam uma tríade linda de se ver. 

O país insular, no Oceano Índico, reúne uma variada gama de acomodações. Os hotéis nas Ilhas Maldivas oferecem serviços e estruturas de acordo com o estilo de viajante que buscam atender. Entre as possibilidades de relaxar, surfar, mergulhar e se divertir em restaurantes bacanas, alguns diferenciais são marcantes. 

 

5 hotéis nas Ilhas Maldivas

Felipe Freire, consultor de viagens na Terramundi, visitou recentemente o destino e pode conhecer 5 hotéis. Nos parágrafos abaixo, acompanhe o relato dele sobre cada uma das opções e descubra com quais hotéis nas Ilhas Maldivas você mais se identifica.

 

  • Soneva Fushi

 

Soneva Fushi, um dos hotéis nas ilhas Maldivas.

Soneva Fushi

 

“O primeiro hotel que eu fiquei em minha viagem foi o Soneva Fushi, dos mesmos donos do Soneva Jani. Foi uma experiência incrível.

O Soneva Fushi é um dos hotéis mais sustentáveis do mundo: toda a água utilizada lá é tratada por eles. Eles pegam a água do mar e purificam para uso. Já com os resíduos do esgoto produzido pelo hotel, fazem o tratamento necessário para evitar a poluição da água. Não entra plástico ali, então boa parte dos itens utilizados são feitos de vidro. Lá, tudo o que recebem de vidro é reciclado, então com o material eles fazem copos e obras de arte. Na ilha tem também um centro de coleta de lixo, onde fazem o tratamento dos resíduos daquela ilha e de ilhas vizinhas. A preocupação com a sustentabilidade do hotel é visível – e realmente colocada em prática. 

Em termos de estrutura e atendimento, o Soneva Fushi oferece um luxo despretensioso – chamado de barefoot luxury. É uma proposta que diz sobre abraçar o conforto e incentivar os hóspedes a vivenciar o ambiente ao seu redor mas, ao mesmo tempo, proporcionar uma experiência excelente, elegante e luxuosa. 

Quando cheguei lá, eles me ofereceram um saquinho para que eu guardasse meus tênis e dali em diante não utilizei mais sapato. A ideia é justamente essa: te deixar o mais à vontade possível. O lema deles é no news, no shoes: só assim para ficar completamente confortável e relaxar. E você realmente se sente assim, não há preocupação com roupa ou a necessidade de estar chique para ir em restaurantes ou passeios – basta a roupa que você se sentir bem.

Os quartos são muito grandes, decorados com itens de madeira certificada da ilha – sempre seguindo os alicerces de sustentabilidade. Isso é notável até mesmo nos arredores da ilha, quando você vai caminhar, pois a natureza ali está em seu estado selvagem, cheia de mata, sem podas para tornar o ambiente mais clean. É o contato com a natureza pura e bruta. Parece que você está no meio da selva mesmo. 

 

Soneva Fushi, um dos hotéis nas ilhas Maldivas.

Soneva Fushi

 

Por ser uma ilha grande, o hotel fornece sua própria bicicleta para explorar os caminhos dali. Você também tem seu mordomo, que é uma pessoa que te ajuda do começo ao fim da hospedagem, te leva de um lugar para outro, faz as reservas de restaurante que você deseja. Está está disponível 24h por dia pelo whatsapp – solícito, prestativo e, ao mesmo tempo, te deixa na sua privacidade. 

O Soneva Fushi tem cerca de 10 restaurantes que oferecem uma gastronomia absurda. Tudo muito bom e bem feito. Há também um kids garden – acho que é o maior das maldivas. É incrível, com uma piscina que possui toboágua para as crianças, com monitor o tempo todo, quadra de tênis e estrutura muito completa. 

Uma vez na semana o hotel monta uma sessão de cinema – mas é possível solicitar essa atividade privativa também. O Soneva oferece ainda um observatório astronômico, para que você observe as estrelas do céu tão limpo da região.

No hotel há também um diferencial: uma sala repleta de sorvetes, chocolates e queijos, que fica aberta 24h por dia para você desfrutar das delícias, sem custo extra.”

 

  • Anantara Kihavah

 

Anantara Kihavah, um dos hotéis nas ilhas Maldivas.

Anantara Kihavah

 

“Saindo do soneva, pegamos um barquinho até o Anantara. Nos dois hotéis geralmente se chega de hidroavião, mas como eles estão perto um do outro, o Soneva me emprestou um barquinho para chegarmos mais rápido ao próximo destino.

Da rede Anantara, as Maldivas possuem os hotéis Dhigu, Veli e Kihavah. O terceiro é o melhor dos três. A estrutura é bastante luxuosa. Dependendo do seu quarto, há um banheiro aberto com piscina na frente e o mar depois. Muito bonito e gostoso de ficar. Ali, os restaurantes são também bem bonitos e oferecem uma gastronomia excelente. Um diferencial do Kihavah é que um de seus restaurantes fica embaixo d’água e as paredes são de vidro, então é possível ver peixes e tubarões passando por perto. Incrível. 

Para as crianças, a estrutura também é bem legal: há uma quadra de tênis e o cinema paradiso, que é a possibilidade de ver um filme com uma tela de cinema no meio da praia. Assim como o Soneva, o Anantara também possui um observatório astronômico.

Todos os hóspedes também tem uma bicicleta pra andar pela ilha e, ao passear por lá, é possível notar a diferença da natureza local: a ilha do Kihavah é mais clean, tranquilo para andar, não se vê tanto mato quanto o Soneva.”

 

Anantara Kihavah, um dos hotéis nas ilhas Maldivas.

Anantara Kihavah

 

  • Hurawalhi

 

Hurawalhi, um dos hotéis nas Ilhas Maldivas.

Hurawalhi

 

“Saindo da ilha do Anantara Kihavah, peguei o avião até Male e, dali, peguei outro avião até o Hurawalhi. A ilha do hotel é pequena e a estrutura é um pouco mais simples. Por este motivo, não te dão bicicleta: lá, você consegue ir andando pra praia ou pode pra ligar pro seu mordomo, que te busca e te leva pros restaurantes quando quiser.

Os quartos também são mais simples e menores, mas estão muito bem cuidados, tudo bem novo ainda. Apesar de ser mais simples, o hotel oferece acomodações sobre a água e com piscina, como os anteriores e tem bons restaurantes também (são 3 – um deles  embaixo d’água).

A ilha não possui muito vegetação exposta, então é fácil e leve de andar por ali. Apesar da simplicidade do hotel, a estadia ainda é super confortável e, curtimos muito a praia, pois elas tinham águas muito claras e tranquilas, como uma piscina. O custo benefício do hotel é muito bom.”

 

Hurawalhi, um dos hotéis nas Ilhas Maldivas.

Hurawalhi

 

  • Kudadoo

 

KKudadoo, um dos hotéis nas Ilhas Maldivas.

Kudadoo

 

“Saindo do Hurawhali, fui para o Kudadoo. São hotéis irmãos, bem próximos um do outro. Mas não fiquei lá, só fui visitar.

O Kudadoo é um hotel super exclusivo, que oferece atendimento e estrutura de mega luxo. Eles trabalham com um sistema all inclusive premium, em que tudo o que você pensar já está incluído na tarifa. Todas as refeições, todas as bebidas premium, spa com todas as massagens, charuto – há uma caixa de charutos no seu quarto-, snorkel, mergulho, passeio de yacht ou jet ski, um jantar especial numa praia privativa, tudo o que for necessário. 

Além disso, são só 12 quartos, no máximo 24 passageiros no hotel.  Você também tem um mordomo que ajuda na preparação do seu dia: como hóspede, você pode personalizar tudo. É possível acordar e tomar café da manhã na praia com mesa na areia, depois fazer um mergulho para ver as tartarugas, então almoçar na praia privativa do hotel e depois receber uma massagem no seu quarto. À noite, você pode solicitar um jantar especial, com degustação de vinhos e queijos. Eles vão montar tudo isso sem cobrar tarifas a mais, então é uma experiência incrível. 

 

KKudadoo, um dos hotéis nas Ilhas Maldivas.

Kudadoo

 

  • Kagi

 

Kagi Maldives, um dos hotéis nas Ilhas Maldivas.

 

“Finalizamos a viagem no Kagi Maldives. Para chegar lá, não é necessário hidroavião: basta uma hora  de barco de Male. A ilha é pequena, a menor de todas que visitei. Já o hotel é super novo, quando cheguei não fazia 2 meses desde a inauguração. A proposta da hospedagem é focada em wellness: das opções no spa à decoração, é tudo muito zen, muito bonito e leve. O ambiente dá uma tranquilidade.

Lá há dois restaurantes que servem de tudo: carnes, massas e peixes. Há também um spa sobre as águas que é maravilhoso. Durante a massagem, eles servem comidas leves no spa – suco, saladinha com salmão, por exemplo.

Foi uma experiência bem legal, boa para desligar e relaxar mesmo. Pode ser uma boa opção para quem deseja mesclar hotéis nas Ilhas Maldivas.

 

Kagi Maldives, um dos hotéis nas Ilhas Maldivas.

Kagi Maldives

 

Além de todos os diferenciais de cada um, os 5 hotéis nas Ilhas Maldivas que mencionei oferece todos os equipamentos aquáticos não motorizados. Snorkel, stand up paddle e caique. podem ser feitos por conta própria, sem pagar nada. Também disponibilizam a opções de passeios como mergulho, pesca, passeio para ver tubarão, tartaruga ou raia, jet ski para alugar e windsurf. As opções são muito fartas – eu fiquei 10 dias e ficaria mais 10. Para um viajante que vai conhecer as Maldivas, 5 dias é o mínimo que deve durar a estadia, mas ainda é muito pouco. Dá para aproveitar bastante.”

 

Fale com um consultor

A equipe Terramundi reúne consultores de viagem com conhecimento profundo e vivência nos destinos que oferecemos. Caso tenha alguma dúvida sobre a acomodação ideal e queira planejar sua acomodações nos hotéis nas Ilhas Maldivas, entre em contato.

Posts Relacionados