Scroll to top

A missão de Amit Sankhala para conservar santuários selvagens na Índia


terramundi - 2 de setembro de 2019 - 0 comments

Ensinamentos de pai para filho.

O avô, Shri Kailash Sankhala administrou importantes santuários selvagens na década de 60 e foi o mais importante conservacionista de tigres na Índia durante os anos 70. O pai, Shri Pradeep Sankhala, pioneiro no ecoturismo do país, assumiu o movimento Tiger Trust – viajando o mundo com o intuito de conscientizar importantes órgãos governamentais sobre a importância da preservação animal.

Seguindo os passos de sua família, Amit Sankhala leva adiante a missão de seus antepassados e vê a atividade turística – quando responsável – como uma importante ferramenta para a conservação ambiental.

A missão de Amit Sankhala para conservar santuários selvagens na Índia

 “Tanto meu pai quanto meu avô proporcionaram experiências muito especiais durante a minha infância. Isso garantiu que eu desenvolvesse uma grande paixão pela vida selvagem.” — Amit Sankhala

Somado a paixão pelos tigres e o conhecimento do turismo, Amit projetou um acampamento cheio de personalidade, estilo e com serviços altamente qualificados visando atrair olhares de viajantes atentos as causas ambientais.

santuários selvagens na Índia
Localizado no Parque Nacional Pench, o Jamtara Wilderness Camp oferece experiências de safári no melhor estilo africano, com tempero único (e mágico) da Índia.

Além do conceito “conhecer para preservar”, o lodge promove aprendizagem entre os moradores dos arredores sobre os recursos naturais disponíveis na área em que vivem, buscando uma melhor gestão do processo de preservação e capacitam jovens a entrar no mercado do turismo.

a importância santuários selvagens na Índia para a preservação dos tigres

“O tigre é um andarilho e aparentemente vagueia sem nenhum plano definido em mente. Mas dentro de seu território tem uma nota mental de características como abrigos de dia, poços de água e lugares onde a comida pode ser encontrada. Raramente deixa sua área de origem, exceto para buscar tigresas receptivas ou quando conduzido por fome desesperada. “- Kailash Sankhala

Trecho do livro: Tiger! The story of the Indian tiger
Editora Hardcover – 1978
Kailash Sankhala

 

Posts Relacionados