Scroll to top

Viaje em segurança: o que você precisa saber das viagens pós pandemia


terramundi - 10 de setembro de 2020 - 0 comments

À medida que a indústria de viagens continua a navegar nos desdobramentos da pandemia de Covid-19, os processos dentro do turismo rapidamente se adaptam à uma nova realidade. Devido aos desenvolvimentos recentes, a Terramundi procurou desenvolver novas maneiras de manter o espírito livre das viagens que incitam nosso ser, ao mesmo tempo em que estruturamos processos para que este tipo de experiência permaneça seguro e prático. 

Com a temporada de turismo de 2021 se aproximando rapidamente, muitos de vocês podem estar se perguntando se a viagem poderia ser segura e inspiradora como antes. E viemos aqui sanar eventuais dúvidas e inseguranças que podem rondar até mesmo os viajantes mais experientes.

Reaberturas

Durante esse período de adaptação, as empresas estão investindo no treinamento de funcionários, alterações de itinerários, mudanças na rotina de limpeza dos espaços e reorganização das logísticas de passeios em grupos. Ainda que não seja uma retomada completa, a reabertura parcial de estabelecimentos e destinos turísticos se dá lentamente, mas de maneira atenta e cuidadosa. 

A quantidade de hotéis, atrações, bares, restaurantes, parques, lojas e fronteiras abertas e também de voos retomados mostra que pessoas já estão viajando e que retornar ao movimento é possível. Ainda que não com a frequência de antes, as viagens são um respiro em meio ao isolamento social e uma escapada para retomar o contato com a natureza, em muitas vezes. Por isso, essas experiências ao ar livre, em locais que já estão reabrindo com segurança, e entre períodos de isolamento devem perdurar até que a retomada do turismo aconteça completamente.  

 

Cuidados gerais

Destinos. Ao escolher o local que vai conhecer, é importante ter conhecimento da abertura ou fechamento das fronteiras, do funcionamento das atrações e das exigências para poder chegar até lá – alguns destinos estão requerendo testes negativos para Covid-19 ou algum tempo de quarentena antes/ depois da viagem. A escolha por destinos ao ar livre deve ser priorizada, mas em locais com visita a ambiente fechados é necessário seguir a recomendação de distanciamento social, uso de máscara e higiene das mãos constantes. Listamos algumas ideias para ter em mente durante este processo aqui.

Refeições.  A preferência deve ser pelo à la carte ou, durante a estadia em hotéis, prefira o serviço de quarto.  Os restaurantes estão se adaptando para receber clientes com distanciamento entre mesas, reforço na higiene do espaço e dos alimentos e treinamento das equipes.

Uso de ar condicionado. Abrir a janela é sempre a recomendação ao invés de utilizar ar condicionado, pois assim há circulação e renovação do ar no ambiente. 

Retorno da viagem. Para evitar a exposição e aumentar o risco de contaminação na sua cidade, a recomendação é realizar o período de quarentena após retornar de uma viagem. 

 

Transporte. As viagens de carro com família ou grupos de amigos com quem você já tem contato são recomendadas porque eliminam a possibilidade de contaminação – já que não se senta lado a lado com desconhecidos. No entanto, é preciso tomar cuidado com paradas na estrada: sempre utilizar máscara, manter distanciamento, higienizar as mãos constantemente e observar alimentos que irá ingerir. 

Em viagens de avião, o maior risco de contaminação está no trajeto até o transporte – a ida até o aeroporto, o check-in e a fila de embarque. Dentro da aeronave, o ar condicionado é equipado com filtros potentes que renovam o ar da cabine completamente diversas vezes em uma hora. O que deve ser observado é a ocupação dos assentos, a fim de evitar a proximidade com passageiros que não sejam da sua família. A indicação é sentar ao menos uma poltrona de distância de outra pessoa.

 

Protocolos

Com o objetivo de assegurar um alinhamento no setor de turismo em relação às normas se saúde e segurança indicadas pela Organização Mundial da Saúde, o World Travel & Tourism Council lançou um selo internacional para certificar estabelecimentos que oferecem viagens seguras. O selo “Safe Travels” pretende também reconstruir a confiança do viajante nas jornadas mundo afora e está em constante atualização, de acordo com as novas orientações que são protocoladas.

Confira algumas das diretrizes que constam nos protocolos do selo.

  • Práticas aprimoradas de saneamento, desinfecção e limpeza profunda, bem como aumento da frequência de limpeza/ desinfecção: produtos desinfetantes selecionados aprovados pelas autoridades de saúde;
  • Orientação revisada para a equipe de limpeza para todas as áreas do estabelecimento, com um foco específico em pontos de contato de alta frequência, como cartões-chave do quarto, interruptores de luz e maçanetas;
  • Itens desnecessários devem ser removidos em todo o hotel;
  • Garantir o distanciamento físico dos hóspedes e visitantes por meio de sinalização e orientações, inclusive em elevadores.
  • Processos de clientes implementados, incluindo informações de hóspedes e distanciamento físico: verificações de saúde/ temperatura do hóspede implementadas, se exigido pela legislação;
  • Limitar a interação social e eliminar possíveis fila no estabelecimento;
  • Uso recomendado de máscaras faciais pelo tempo necessário;
  • Maior segurança alimentar e higiene em restaurantes por evitar o manuseio de comida pelos hóspedes em buffets;
  • Melhorar a limpeza, incluindo desinfecção das mesas imediatamente após o hóspede sair;
  • Implementar distanciamento físico através do espaçamento da mesa e assento para convidados com reforço adequado;
  • Frequência adaptada de eliminação de resíduos (lixo) no local;
  • Toalhas lavadas usando um detergente e configurações de máquina de lavar e secar de alta temperatura;
  • Limites de capacidade de participantes reduzidos em locais conforme apropriado  para permitir o distanciamento físico;
  • Disponibilizar máscaras para os hóspedes, se exigido pelas autoridades locais, e incentivar o uso.

O turismo oferece muitas seguranças, mas sentir-se à vontade para realizar a primeira viagem pós pandemia é uma decisão de cunho pessoal, que deve ser feita apenas quando a pessoa estiver completamente confiante, com dúvidas sanadas e necessidades atendidas. Além disso, é preciso ter em mente que viajar é um ato que leva em conta o entorno – os moradores e funcionários do destino visitado.

Por este motivo, estar informado sobre todos os protocolos e medidas de adaptação no turismo é extremamente importante: só assim será possível se sentir bem preparado e tranquilo, e, sobretudo, aderir a regras e protocolos.

Posts Relacionados